ahistoriadonac.png

Em 1995, recebemos a incumbência de estruturar uma associação que permitiu a implantação, do Dízimo em nossa escola. Foi criado o Núcleo de Ação Dr. Celso, o NAC, formado por alunos do Núcleo de Estudos e Pesquisas.

No início, foram realizadas várias reuniões gerais para estruturarmos a maneira como iríamos atuar.

Após chegarmos a um modelo, demos início ao nosso primeiro processo de doação concretizado em dezembro de 1995, com dois pedidos atendidos nas cidades de Pindamonhangaba e Ubatuba, respectivamente.

No primeiro ano de atividades foram realizadas 14 visitas e finalizadas 7 doações. No segundo ano foram feitas 16 visitas e assistidas 14 entidades, totalizando 21 processos, sendo que uma dessas entidades, a Casa da Aids foi “adotada” e recebendo uma assistência mensal do NAC.

No início, a inexperiência na realização das atividades era compensada pela oportunidade de aprendermos com todo o processo, desde a solicitação até a entrega, proporcionando reformulações.

Para alguns de nós, o panorama mundial só existia nos jornais e na televisão. Foi um momento de amadurecimento para a realidade.

Após sucessivas visitas às entidades percebemos que não poderíamos apenas ficar chocados com estas situações, era necessário fazer um esforço permanente para modificá-las.

O trabalho realizado pelos representantes das entidades mostrou-nos, na prática, o que já sabíamos: palavras, somente, não realizam o ideal, é necessário o exemplo, Ação.

Chegamos ate aqui conscientes de que estamos aprendendo sempre.

Agradecemos a grande oportunidade de colaborar e pelo privilégio de vivenciar, com todos os que contribuem, demonstrando amizade, o ideal que já vislumbramos.

Em 2014 o NAC completou 19 anos de existência. Neste período, conseguimos realizar todos os trabalhos com custo zero, cumprindo assim uma de nossas metas: fazer com que todo o dinheiro recebido fosse aplicado em doações.

Entre 1995 e 2014, o NAC atendeu a mais de 150 entidades beneficentes.